Home Saúde Saúde 29 a 31 Semanas de Gravidez
29 a 31 Semanas de Gravidez PDF Imprimir E-mail
Seg, 06 de Junho de 2011 10:28

29ª Semana de Gravidez

Chegamos a 29ª semana, a espera é menor e você está ansiosa para ter o seu bebê nos braços. Mas a ansiedade e o medo do parto começa a aparecer, e você está preocupada em não ser capaz de reconhecer se está entrando em trabalho de parto. Vive se perguntando quando será que você vai perder o tampão mucoso, e quando a bolsa vai se romper?, em poucas palavras a sua mente está em turbilhão.


Se você estiver angustiada, fale com alguma amiga, que já teve um filho, ou liga para o seu obstreta, você terá suas respostas e vai se acalmar.

Alguns velhos e conhecidos distúrbios, podem voltar a te incomodar nestas semanas, tais como azia e prisão de ventre, como já dissemos várias vezes que a progesterona relaxa os tecidos musculares em todo o seu corpo, incluindo o trato gastrointestinal. Este processo junto com o aglomerado que está em seu abdomem, retarda a digestão, promove o aparecimento de gases e da acidez e pode contribuir para que tenha prisão de ventre.

O útero em crescimento pode também favorecer o aparecimento de hemorróidas, esta doença é muito freqüente na gravidez, mas geralmente volta ao normal nas semanas após o parto. Se sentir coceira ou ardência, não fique sentada por longos períodos, beba muita água, coma alimentos ricos em fibras e não tome medicamentos que não foram receitados pelo seu médico.

Seu filho começou a ganhar quase 200 gramas por semana, durante este período os seus pulmões continuam a praticar a respiração. A cabeça cresce para acomodar o cérebro que a cada dia ve o  nascimento de milhões de novos neurônios. Agora que chuta sempre mais, o seu ginecologista poderá lhe pedir para fazer a contagem dos seus movimentos para verificar o seu bem-estar e se ele está bem oxigenado.

Se quer tentar contar os movimentos, deve deitar de lado todos os dias na mesma hora, relaxar e se concentrar nele, em seguida, conte o tempo que leva para o seu bebê se mexer pelo menos dez vezes, vai contar chutes, socos, soluços e até mesmo movimentos da cabeça e do bumbum. Uma boa regra é que não passe mais de duas horas pra chegar até dez. Mas não se esqueça,  seu bebê também dorme, chegando a ficar quatro horas completamente inativo.

Esta semana  pode ser solicitada uma ecocardiografia fetal. Este exame serve para verificar cuidadosamente o coração da criança e destacar, se houver, doenças cardíacas congênitas. Alguns ginecologistas prescrevem apenas se houver indícios de risco, enquanto outros o consideram um teste de qualquer forma para aprofundar o conhecimento do coração fetal. A partir da 30ª semana  a  32ª semana, será solicitado a fluxometria, uma ecografia para verificar que suas artérias uterinas e as  artérias do cordão umbilical do bebê estejam trabalhando de maneira correta  para que ele tenha bons níveis dedesenvolvimento. Também nesta semana, você pode realizar exames de rotina, incluindo urina e cultura de urina, IgG e IgM para  Toxoplasma, rubéola, citomegalovírus, se previamente negativos, ferritina e controle da pressão arterial e peso corporal.

30ª Semana de Gravidez

Faltam dez semanas exatas e você começa realmente a sentir o peso da sua barriga, lembre-se de usar a cinta, vai te dar um grande alívio. A noite provavelmente começará a sentir algumas pequenas contrações, não se preocupe, são contrações preparatórias, totalmente inofensivas, que ajudam seu útero no trabalho a ser realizado  na hora do parto.

Você sabe que depois do nascimento do bebê, terá que se habituar a repousar nos momentos em que ele dorme?    Se você quiser manter as forças e conseguir amamentar serenamente é melhor que você durma quando ele dormir, porque no ínicio, os intervalos entre as mamadas são tão curtos, que vai parecer que você apenas acabou e tem de recomeçar.

Poderá se sentir muito cansada esses dias, isso acontece por causa dos níveis de progesterona que causa uma sensação de relaxamento geral, ou porque não consegue dormir à noite virando e revirando na cama. Para resolver esta situação, você poderia usar um ou mais travesseiros para colocar entre as pernas e apoiar a barriga e também,  poderia comprar um pijama de seda com os qual seria capaz de mover-se mais livremente entre as cobertas. Muitas mulheres a partir deste momento dormem quase sentadas, se você tiver uma cadeira confortável tente repousar nela, você vai se sentir melhor e conseguirá de dormir um pouco.

Com o seu barrigão, agora você tem alguns problemas de equilíbrio e as alterações de humor são constantes. Durante a gravidez, os pés podem crescer até um tamanho por causa do inchaço e por estranho que pareça, algumas mulheres dizem que não retornaram ao seu tamanho original.

Na realidade nenhum pé cresce na gravidez, mas ele pode aumentar de tamanho por causa do inchaço, causado pela retenção de líquidos,  e até pelo excesso de peso. Por causa do conforto, algumas mulheres passam a usar um número de sapato maior e continuam calçando a mesma numeração após o parto. Até porque a rotina cheia de novidades pede pés sem bolhas nem calos.

O seu filho continua a crescer e agora ocupa a quase totalidade do seu útero. Muitas vezes, nesta fase da gravidez começará a ver seus movimentos do seu filho de forma muito clara  e vai te divertir tentando adivinhar qual é a parte do seu corpo. Se você sentir uma parte redonda e dura, pode ser a cabeça ou o bumbum, mas se advertiu que é uma parte longa e lisa pode ser as suas costas.

O volume de líquido amniótico começa a diminuir à medida que o seu bebê fica maior. Agora é definitivamente mais gordinho e sua pele se tornou muito mais lisinha  ganhando uma cor mais rosada. Provavelmente nestes dias o seu bebê pode ficar em posição com a cabeça voltada para o osso púbico.

Poderá realizar uma ecocardiografia fetal. Este exame serve para verificar cuidadosamente o coração da criança e destacar, se houver, doenças cardíacas congênitas. Alguns ginecologistas prescrevem apenas se houver indícios de risco, enquanto outros o consideram um teste de qualquer forma para aprofundar o conhecimento do coração fetal. A partir da 30ª semana  a  32ª semana, será solicitado a fluxometria, uma ecografia para verificar que suas artérias uterinas e as  artérias do cordão umbilical do bebê estejam trabalhando de maneira correta  para que ele tenha bons níveis dedesenvolvimento. Também nesta semana, você pode realizar exames de rotina, incluindo urina e cultura de urina, IgG e IgM para  Toxoplasma, rubéola, citomegalovírus, se previamente negativos, ferritina e controle da pressão arterial e peso corporal.

31ª Semana de Gravidez

Faltam cerca de dois meses para um evento feliz  e você está planejando tudo o que acontecerá,  aonde dará a luz,  se vai tomar anestesia peridural,  doar o cordão  umbilical ou armazená-lo em um banco privado. Já preparou o carrinho?  lavou todo o enxoval do seu bebê? lembre-se de cortar todas as etiquetas das roupinhas que vão estar em contato com o corpo, podem causar irritação à pele delicada do seu bebê.

Também  precisará comprar absorventes para o seio, para evitar de manchar o seu sutiã com o colostro, que poderia ser chamado pré-leite.  Se você for comprar um sutiã de amamentação, compre um tamanho maior, quando o peito encher de leite, vai aumentar bastante.

Poderá estar um pouco nervosa nestas últimas semanas, o parto se aproxima e a ansiedade de não saber o que esperar, muitas vezes faz você discutir com seu parceiro. Já resolveram se ele vai assistir ao parto?

Você já reparou que muitas vezes os músculos do útero se contraem durante o dia? Muitas mulheres experimentam estas contrações, chamadas Braxton Hicks nos estágios finais da gravidez. Estes geralmente não duram mais de 30 segundos, vem com uma cadência irregular e muitas vezes são indolores. Por outro lado, se você sentir contrações  frequentes mesmo que não sejam dolorosas, fale com o seu médico, podem ser sinais de parto prematuro. Há alguns sinais de que você deve prestar atenção  para poder explicar, se por acaso ocorrer:  um aumento ou  uma mudança no corrimento vaginal (mais aguado, manchados de sangue ou mucosas),  dor abdominal ou cólicas iguais as menstruais,  pressão na área pélvica e dor na região lombar.

Seu filho trabalha freneticamente para acumular gordura subcutânea  na medida que passam as semanas, braços,  pernas e corpo estão enchendo e agora parecem muito menos enrugados, no entanto  seus movimentos são mais delicados agora, porque o espaço disponível é pouco. Se o seu parceiro te observa, poderá ver o braço de seu bebê que se move lentamente de um lado para o outro na sua barriga.

Produz meio litro de urina por dia e muitas vezes bebe parte do líquido amniótico, que se transforma várias vezes ao dia. Nesta fase da gravidez o nível de líquido amniótico deve ser verificado regularmente por seu ginecologista a fim de identificar algum problema,  caso aconteça.  Se houver muito líquido, pode ser que o bebê não está ingerindo o suficiente ou tem problemas gastrointestinais. Se houver muito pouco líquido, isso poderia significar que o bebê está produzindo pouca urina por um problema renal.

Nesta semana seu médico pode pedir para você realizar uma ecocardiografia fetal. Este exame serve para verificar cuidadosamente o coração do bebê e  se houver, diagnosticar  doenças cardíacas congênitas. A partir da trigésima semana até a trigésima segunda, será solicitado uma fluxometria, uma ecografia para verificar que suas artérias uterinas e artérias do cordão umbilical do bebê estão trabalhando de maneira correta para que a criança tenha bons níveis de crescimento. Também nesta semana  irá realizar exames de rotina, incluindo exame de urina e cultura de urina, no caso de bactérias detectadas no exame anterior, anticorpos IgG e IgM para o Toxoplasma, rubéola, citomegalovírus, se previamente negativos, ferritina e controle da pressão arterial e peso corporal.

Na gravidez: há uma diminuição das defesas da mulher; além disso, durante a gestação há um aumento da progesterona (um dos hormônios femininos), o que causa um relaxamento maior da bexiga e favorece a estase urinária.

32 a 34 Semanas de Gravidez


Fonte: Planeta Bebê



 

Assine a Newsletter

Junte-se às milhares de ma- mães que ficam mais informadas!

E-mail:

 

Inscrever Remover

Colunistas

Dra. Cinthia Cimatti Giovannetti Gouveia - CRO 8989, formada em Odontologia pela Unimar - Universidade de Marília-SP.
Formada em Medicina pela Universidade Oeste Paulista, a Dra. Ana Carolina Zeni, possui diversos cursos de Pós-graduação em Medicina Preventiva e Estética no Brasil e no exterior. site

Maria Cecília Mattos, psicóloga graduada pela PUC-Rio. Além do consultório particular, atua na área da Psicologia Perinatal. maternidadenodiva.com
Izaara Alvarenga é graduada em Nutrição, pela UNILAVRAS, em Lavras - MG. Cursa Especialização na UNESP, Botucatu - SP. Atua na Pastoral da Criança e no Lar Esperança e Vida Mateus Loureiro Ticle, de apoio ao portador de Câncer, em Lavras.
Stella Romanholli - Escreve e fala sobre gastronomia em jornais e programas de Rádio, no Estado de Goiás.
É Geógrafa pela UFGO, Pós Graduada em Saúde Pública pela Universidade Estácio de Sá RJ, Arte Terapeuta pela UCAM RJ, Gastrônoma pela Fac.Cambury GO.
Juliana Chaves Oliveira - Advogada OAB/PR 38.650
Especialista em Direito Contratual
julianacha@ibest.com.br